domingo, 13 de janeiro de 2019

Maria Velho da Costa, O MAPA COR DE ROSA (1984)

«Toda, toda a escrita é compensatória de um silêncio.» 

Sem comentários:

Publicar um comentário