domingo, 13 de janeiro de 2019

Ferreira de Castro [MEMÓRIAS INÉDITAS ] (1931)

«Sentei-me a uma das carteiras e, não tendo coragem de levantar os olhos, fixei-os no abecedário, que crescia e se deformava constantemente.» 

Sem comentários:

Publicar um comentário